Na sua página no Facebook, José Manuel Fernandes comenta as sondagens de hoje, que indicam uma descolagem do PSD em relação ao PS, e conclui com esta frase “assassina: “Já só faltam seis dias“.

Já só faltam seis dias” – deduz-se – para que consigam “correr com Sócrates”. A frase nada teria de extraordinário se fosse proferida por um militante do PSD ou mesmo por um cidadão comum sem partido. Mas, num jornalista (e sobretudo num jornalista que foi durante a maior parte dos mandatos de Sócrates director do mais importante diário português) a frase diz muito mais do que devia.  Diz, basicamente, que José Manuel Fernandes acha que o fim político de Sócrates é uma dádiva para o país. Como cidadão, tem direito à sua opinião. Mas, como jornalista e director de jornal, essa opinião lança alguma luz sobre a obsessão com que sempre perseguiu Sócrates e o socratismo. Numa altura em que fazemos as suas exéquias, também será interessante observar o júbilo de alguns jornalistas e comentadores da nossa praça e meditar na influência que terão tido no desfecho final desta história.

Esta entrada foi publicada em Polí­tica com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s