Daniel Gilbert, autor do livro “Stumbling on Happiness” vai ser um dos oradores numa conferência sobre o assunto a realizar na Culturgest de 31 de Maio a 2 de Junho, juntamente com outras “estrelas” como Darrin McMahon, Ruut Veenhoven, Gilles Lipovetsky e Eva Illouz.  Um elenco fenomenal para  um evento no qual a entrada é gratuita.

Segundo o Público, que publicou um extenso trabalho sobre Daniel Gilbert no P2 de sábado, o livro será em breve editado em Portugal com o título “Tropeçar na Felicidade”, pela Estrela Polar, da Oficina do Livro. Tem sem dúvida todo o  perfil de um best-seller (embora, segundo o autor, este não seja um livro de auto-ajuda, mas um livro para o qual as pessoas se virarão “quando tiverem comprado um livro de auto-ajuda, feito tudo o que esse livro aconselha e continuarem a sentir-se infelizes” – do referido artigo do Público)

Dan Gilbert foi um dos participantes na TED Condeference de 2004, com uma apresentação que naturalmente já abordava o tema em moldes semelhantes àqueles que será lícito esperar da conferência de Lisboa. Em jeito de antecipação, aqui está o video dessa TED Talk.

Anúncios

Mind over matter

mindball.jpg Finalmente um jogo mais calmo que o xadrês…

O Interactive Institute, da Suécia, desenvolveu um jogo chamado Mindball, em que dois jogadores tentam levar a bola a entrar na baliza do adversário. A diferença em relação ao tradicional “pontapé na bola” é que neste caso o movimento do “esférico” (alô, Gabriel Alves…) é resultado da telecinesia. Cada jogador tem uma banda em redor da cabeça, onde se encontram vários sensores que medem as ondas Alfa e Teta emitidas pelo cérebro, as quais são tanto mais fortes quanto mais relaxado estiver o indivíduo. É a força dessas ondas cerebrais que impele a bola para o campo do adversário, resultando como corolário que ganha o jogo o jogador que estiver mais relaxado. O que é uma diferença importante em relação à maioria dos desportos.

A dica é do Lunch over IP. No YouTube já há alguns videos sobre o assunto e o mais exemplificativo parece-me ser este.

Teletransporte de informação

Um grupo de investigadores do Niels Bohr Institute, de Copenhaga, Dinamarca, anunciou, num artigo publicado na revista Nature (link pago), ter conseguido efectuar o teletransporte de informação através de um rede de comunicação quântica, muito mais fiável e poderosa do que as comunicações digitais. Segundo os investigadores, esta descoberta pode significar uma revolução para a comunicação computacional.

(dica de A informação, via Portal de Referência)

Primeiro comentário: por muito que nos pareça estarmos a viver o futuro hoje, o futuro nunca pára!

A conferência TED (Technology, Entertainment, Design) reune todo os anos em Monterey, na California, alguns dos mais brilhantes pensadores do nosso tempo. Chris Anderson explica aqui do que se trata.

O fee para participar é altíssimo e só se acede por convite. Mas, agora, as conferências passadas estão ser disponibilizadas a um ritmo de duas por semana, no site do evento, em formato video ou audio. É algo realmente a não perder!

Das que já ouvi, recomendo as de Jimmy Wales, fundador da Wikipedia, Mena Trott, da Six Apart, Dan Gilbert, professor de psicologia em Harvard, e Barry Schawtrz, professor de filosofia. Das que ainda não vi, penso que não vou perder uma.

A próxima TED terá lugar em Março de 2007 no mesmo local.