Camilo Lourenço é um jornalista inteligente. É inteligente quando fala de economia, mas também é inteligente quando fala de política. A inteligência continua lá; o que muda é só o tema em que ela se expressa.

Na sua crónica de hoje no Negócios Online introduz o interessante conceito da (necessidade da) “modernização ideológica do PS”. A tese é que o PS continua agarrado ao passado, em parte por causa do seu fundador, e por isso não se moderniza nem aceita alternativas a “um modelo obsoleto de economia e sociedade que está a condicionar o futuro do país”.

Eu perguntei ao Camilo Lourenço o que seria afinal a “modernização ideológica do PS”, mas ele ainda não respondeu.  Fiquei genuinamente curioso. Não deve ser a história de “pôr o socialismo na gaveta”, pois, ao que parece, isso já foi feito. Deve portanto ser outra coisa. Será a defesa do liberalismo? Será o fim do Estado Social?

Obviamente, a simples ideia de que o PS precisa de se modernizar ideologicamente é em si mesma reveladora de uma agenda liberal (e ideológica) que não nos surpreende no Camilo, mesmo quando apreciamos a sua inteligência. Acontece que (pelo menos vista da esquerda…) a realidade não cola com esta análise. Hoje é mais lícito afirmar que a direita precisa de desconstruir o mito liberal do que dizer que a esquerda precisa de se modernizar. É bom não esquecer que esta crise começou precisamente no coração do novo liberalismo e por causa dele.  É verdade que, por paradoxal que possa parecer, desse facto ainda não se tirou as devidas ilações no campo das ideias. Mas isso não muda o facto em si: a presente vertigem económica foi despoletada pela implosão de Wall Street e do seu liberalismo. E portanto resolver-se-á com menos liberalismo e não com mais. Apontar o liberalismo como o caminho a seguir é ignorar os últimos 10 anos.

Mas não é só. Não apenas o futuro apontado pelos liberais não serve, como o passado que eles pintam também não corresponde à realidade. E, desse ponto de vista, esta crónica de Camilo Lourenço também é emblemática. Diz ele que o nosso “modelo obsoleto de economia e de sociedade está a condicionar o futuro do país”, como se o Estado Social fosse o responsável pela nossa penúria. Até pode ser responsável pelo nosso défice, mas é uma simplificação redutora afirmar que estamos como estamos porque o Estado gasta “o que tem… e o que não tem”. O Estado não é uma mercearia e a contabilidade é um bocadinho mais complexa do que isso (o que é o dinheiro senão uma convenção? Já pensaram nisso?). E, além disso, Portugal é um actor muito pequenino no tabuleiro geo-estratégico em que a economia global também se manifesta. O nosso défice é apenas uma parte infinitesimal da diferença de crescimento anual de PIB entre os EUA e a China, por exemplo. E isso, por si só, explica melhor a situação em que estamos do que os desvarios do Estado português ou os custos do modelo social europeu.

É óbvio que as nossas sociedades estão a passar por transformações profundas a vários níveis. Mesmo que as coisas não estejam ligadas – e podem estar! – o que acontece em Pequim, no Rio de Janeiro, na Síria, em Atenas ou no Occupy Wall Street tem consequências em todo o mundo. E são, de momento, imprevisíveis. Por isso é que não faz sentido propor um discurso liberal com 10 anos! O Partido Socialista – qualquer partido socialista (ou qualquer partido, já agora!) – terá que se repensar a muitos níveis, incluindo provavelmente ao nível ideológico. Mas não no sentido em que se dizia que o tinha que fazer antes de tudo o que aconteceu nos últimos 10 anos. O mundo mudou muito entretanto e, se há certeza que eu tenho, é que vai mudar muito mais!

Esta entrada foi publicada em Polí­tica com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s