We need to talk about Kevin

We need to talk about Kevin“, da inglesa Lynne Ramsay, um filme complexo sobre coisas complexas.

Se gostam de narrativas lineares, com princpio, meio e fim, no vo ver este filme.

Mas se, pelo contrrio, gostam de histrias complexas, com personagens fortes, ento no deixem de ver! Tilda Swinton no a personagem central deste filme; Tilda Swinton o filme! Toda a narrattiva vista pela mente complexa de uma me com complexo de culpa. E corre medida desordenada e aparentemente desconexa das memrias. Da a complexidade. O filme passa-se dentro da mente de uma me perturbada; e precisamente a que ns o vemos.

No sei qual a estrutura do romance, mas o filme tem essa complexidade adicional a juntar da prpria temtica e da prpria histria. E – claro – Tilda Swinton simplesmente brilhante.

Vo ver. Mas no esperem sair de l mais esclarecidos do que entraram.

 

[ADENDA]

Faltou dizer uma coisa importante.

Na minha opinio este filme s tem um erro grave: a realizadora no resiste a tentar pr um fim numa narrativa que no tem fim, nem meio, nem principio. Devamos sar de dentro da mente da protagonista da mesma forma que entrmos: sorrateiramente e sem aviso prvio. Aquela pergunta bsica – “Porqu?” – era desnecessria e ftil.

Esta entrada foi publicada em Lazer com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s