Como medir audiências?

Recentemente, a CAEM “inventou” um sistema de medição de audiências de televisão para contornar o “zapping” e continuar a “contar” público mesmo quando as pessoas abandonam a sala.

E, de repente, ficou toda a gente escandalizada porque o sistema registava televisores ligados durante 24 horas (obviamente com “audiência” integral),  pessoal que via a SportTv sem ter cabo e uma percentagem não negligenciável de jogos, gravações e canais espanhóis. Enfim, uma série de coisas muito indesejáveis para o sector.

Como as hierarquias de audiências mudaram, obviamente também houve reacções dos que foram prejudicados e um monte de notícias e comentários sobre o assunto que cheiram mesmo a campanha de interesses. Afinal, este é um negócio que vale muito dinheiro. Ainda vale muito dinheiro.

Mas, seja com a GFK, seja com a Marktest, a CAEM em breve chegará a um equilíbrio técnico que permita satisfazer todos os “operadores”, provavelmente com algumas televisões ligadas “quase” 24 horas, sem canais espanhóis e com cabo só para quem o paga. E nessa altura estará tudo bem. Será uma solução de compromisso que permitirá a todos usar os argumentos de que precisam. Entretanto a realidade continuará a ter gente que tem a TV ligada 24 horas por dia, pessoal que vê o cabo sem pagar e canais espanhóis.

É assim sempre que sector de negócio se retrata a si próprio. Retrata-se não como é, mas como gostaria que fosse.

Esta entrada foi publicada em Media, Sociedade com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixar uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s