Al Gore em Lisboa

algore.jpg

N.B.: Registe-se que, por razes contratuais, esta Conferncia no aberta comunicao social, no podendo ser registada em nenhum suporte, pelo que as Senhoras e Senhores jornalistas convidados so-no a ttulo pessoal e no enquanto profissionais da imprensa, no exerccio das suas funes.”

Esta frase curiosa consta do convite para assistir conferncia de Al Gore, amanh, no Museu da Electricidade, sobre alteraes climticas. O evento apenas para convidados, no sendo aberto ao pblico nem comunicao social. Embora paradoxal face presumida inteno de sensibilizar publicamente as pessoas, este secretismo no novidade e j tinha sido notado internacionalmente no Social Media referindo-se a uma notcia do Mercury News. de facto difcil de entender!

Mas o que mais curioso o articulado escolhido pela organizao para transmitir essa mensagem: os “senhores jornalistas” so convidados “a ttulo pessoal“? Mas… a ttulo pessoal eles no so jornalistas: so pais, mes, irmos, etc. E no decerto enquanto tal que so convidados… Mais valia dizer (escrever) que toda a sesso off-the-record. Isso seria suficiente. E menos ridculo.

Esta entrada foi publicada em Sem categorias com as etiquetas , . ligação permanente.

Uma resposta a Al Gore em Lisboa

  1. Marlia Rocha diz:

    Ridculo, realmente….Mas por outro lado, os senhores jornalistas, que estaro sem serem jornalistas,no esto obrigados ao sigilo profissional e podem contar a toda a gente o que ouviram…(espera-se que no os obriguem a um pacto de silncio).
    Mau, mau ser para os que estaro l espera de uma fotozita…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s