socrates.JPGO acto de Sócrates a benzer-se perante o sinal da cruz numa inauguração de uma escola foi uma acto de fraqueza que vai voltar para o atormentar quando tiver que fazer campanha pelo sim no referendo ao aborto. Não vai enfraquecer a campanha, mas vai enfraquecer o próprio Sócrates. Este é um daqueles pequenos gestos aparentemente inócuos cuja relevância tende a crescer com o tempo; não vai desaparacer nem diminuir. Provavelmente, Sócrates benzeu-se por delicadeza ou simpatia. Mas, num governo que retirou os crucifixos das escolas, reviu a posição da igreja no protocolo de Estado e não tem dúvidas éticas no sim no referendo, o gesto de Sócrates deixou toda a gente supreendida, muito gente confusa e toda a esquerda revoltada. Esse simples gesto captado ao longe por uma câmara de televisão (até a “encenação” parecia ”cinematográfica”) introduz um elemento de dúvida na solidez de carácter de José Sócrates, que era o mais forte dos seus atributos. Suspeito que ainda vamos ouvir falar deste gesto mais vezes…

Esta entrada foi publicada em Sem categorias com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s