DNa e Grande Reportagem: o fim.

A Grande Reportagem o o DNa publicaram no sábado e na sexta, respectivamente, os seus números de despedida.

A Grande Reportagem publica algumas das suas melhores capas e melhores reportagens aos longo dos anos em que teve periodicidade semanal integrada no DN.

O DNa vem com duas capas – o bebé que ilustrou o primeiro número e o míudo de nove anos que hoje é – e organiza por temas as melhores, mais profundas, mais desafiantes declarações dos grandes, enormes entrevistados que passaram pelas suas páginas.

Já sabia que a Grande Reportagem e o DNa iam acabar. Mas só ao folhear estas últimas edições me dei conta, temporariamente a salvo do afã da internet, que estas duas presenças estiveram comigo, em permanência, ao longo dos últimos anos. Nessa permanência foram coisas sólidas e duráveis, para além da espuma da actualidade. Em parte, eu sou parte delas e elas são parte de mim. Perdê-las é como perder alguém muito próximo, de quem só sentimos a falta quando falta.

O meu tributo à Grande Reportagem, ao DNa e a todos os que trabalharam em ambas. Fizeram coisas dignas de respeito.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não catalogado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s