DNa e Grande Reportagem: o fim.

A Grande Reportagem o o DNa publicaram no sábado e na sexta, respectivamente, os seus números de despedida.

A Grande Reportagem publica algumas das suas melhores capas e melhores reportagens aos longo dos anos em que teve periodicidade semanal integrada no DN.

O DNa vem com duas capas – o bebé que ilustrou o primeiro número e o míudo de nove anos que hoje é – e organiza por temas as melhores, mais profundas, mais desafiantes declarações dos grandes, enormes entrevistados que passaram pelas suas páginas.

Já sabia que a Grande Reportagem e o DNa iam acabar. Mas só ao folhear estas últimas edições me dei conta, temporariamente a salvo do afã da internet, que estas duas presenças estiveram comigo, em permanência, ao longo dos últimos anos. Nessa permanência foram coisas sólidas e duráveis, para além da espuma da actualidade. Em parte, eu sou parte delas e elas são parte de mim. Perdê-las é como perder alguém muito próximo, de quem só sentimos a falta quando falta.

O meu tributo à Grande Reportagem, ao DNa e a todos os que trabalharam em ambas. Fizeram coisas dignas de respeito.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s