Aos vossos ouvidos!

Descoberto via Pandora, este disco é surpreendente. Embora (parece-me…) musicalmente distanciado da restante obra (industrial) dos Nurse with wound, um projecto de Steven Stapleton editado pela Jnana Records, o “Echo Poeme Sequence No.2” é uma peça bucólica de vozes sobre vozes (femininas e em francês) que se prolonga por 50 minutos sem que se consiga identificar um princípio, meio ou fim, sem uma narrativa, apenas com ambientes sonoros e significantes abertos. A descrição da peça está clara aqui e existem três samples aqui, aqui e aqui. A audição completa é possivel, naturalmente na caixa de Pandora, por exemplo iniciando uma nova estação com “Nurse with wound”. E eis como a música ainda nos pode surpreender.

Anúncios

Weather forecast

À atenção do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica:
Watchout for theses dudes!


GARY’S WEATHER FORECASTING STONE

CONDITION — FORECAST
Stone is wet — Rain
Stone is dry — Not raining
Shadow on ground — Sunny
White on top — Snowing
Can’t see stone — Foggy
Swinging stone — Windy
Stone jumping up and down — Earthqwake
Stone gone — Tornado

Abram esta caixa de Pandora!

Cliente habitual de rádio na internet, descobri há dias este site. Chama-se Pandora, é filho de um projecto também muito interessante chamado Music Genome Project e tem associado um blogue.

Basicamente o que faz é pedir ao visitante que identifique um artista ou uma música da sua preferência e depois passa a transmitir outras músicas com os mesmos “genes”. Se o ouvinte gosta, sinaliza o facto; se não gosta, diz isso; e a “emissão” vai sendo moldada ao sabor dessas indicações, que ficam todas registadas num historial de preferências. Para isso pede apenas um pequeno registo com e-mail.
A cada momento podemos imediatamente linkar para a Amazon para comprar o album ou para o iTunes para comprar a canção. Sempre que descobrimos um artista de que gostámos e não conhecíamos podemos criar uma rádio a partir dele ou adicioná-lo à nossa lista de preferências, a qual pode ser imprimida e contém links para compra e também para mais informações sobre o artista no allmusic.com.

É possível definir várias “rádios” diferentes cada uma com o seu estilo. Eu já defini 5 diferentes. A título de exemplo eis a “minha” Boozoo Bajou Radio (claro que não faz sentido ouvir esta – embora boa – mas cada um “construir” a sua).

Em termos de interactividade musical na internet isto foi o melhor que já vi até hoje e merece todos os elogios.

Miguel Sousa Tavares “abana” de novo

“(…) admiro a inteligência, a lucidez e a frontalidade do único colunista português a que reconheço completo desprendimento político e ausência de outra agenda que não a própria.” Concordo com ele quase sempre que ele decide invectar contra as diversas manifestações do politicamente correcto. Mas acho exagerados os encómios de que foi alvo aqui e aqui.
Concordo com o Murcon e o seu leitor na desmontagem dos argumentos da opinião de MST no Público de hoje (link no blogue “não oficial”). A questão é muito mais desafiante do que o simplismo de MST deixa entender. Basta estar 15 minutos numa escola secundária para ver rapazes e raparigas aos beijos e apalpões. E que me conste nunca uma escola sancinou isso com a mesmo empenho com que agora foram sancionadas as duas raparigas de Gaia.
A questão decisiva é: concordamos ou não concordamos? Se concordamos temos que aceitar nos mesmíssimos termos em que aceitamos os casais heterosexuais. Se não concordamos devemos lutar contra com todos os maios legais e legítimos ao nosso dispor Mas não devemos dizer “sim, mas…”. Porque os outros alunos também não são obrigados a ver o “mel” dos casais heterossexuais. Porque estes beijos e apalpões também são, na opinião de MST assim como na do conselho directivo, “uma questão de bom gosto“.
A mim isso também me incomoda e ficaria preocupado se acontecesse na escola do meu filho. Mas é para contrariar esse tipo de sentimentos profundos que temos uma Razão ainda mais profunda e poderosa do que eles. Muitas vezes definir o que é certo e pautar a nossa vida por isso é difícil. Mas é isso que devemos fazer. E isso, pelos dados que conheço, iliba as namoradinhas de Gaia

Os portugueses têm opiniões sobre tudo, Cavaco (como se constatou esta semana na TVI) não tem opiniões sobre nada. Não tem opiniões sobre o mandato de Sampaio. Não tem opinião sobre Sócrates. Não tem opinião sobre o orçamento. Não tem opinião sobre o regime. Não tem opinião sobre a “Europa”. Com a maior firmeza e a maior coragem, é um homem sem opiniões…
Vasco Pulido Valente, no Público de hoje
(citado no PuxaPalavra)

Os jornais gratuitos

Depois de algumas tentativas falhadas no passado, parece claro que os jornais gratuitos vieram para ficar e ameaçam recompor a paisagem de media diários em Portugal. Tanto do ponto de vista das audiências (quem lê: os leitores dos diários populares; os “não leitores“, como lhes chama o director do Destak”; ou ainda outros?), como da informação (serão os gratuitos mais sujeitos a pressão? Podemos confiar na sua informação?). E quando aparacer um grauito desportivo? Tudo questões que carecem de resposta. Sem dúvida um tema a acompanhar atentamente.

Aldeia global

Através do Fumaças descobri este post do Kriptonita, que oportunamente lembra porque razão a Associação de Agências de Viagens Portuguesas apoia Mário Soares. Reproduzo ispis verbis a lista do Kriponita porque é com posts destes que o Tese&Antítese se torna um “grande” blogue:

1986
11 a 13 de Maio – Grã-Bretanha
06 a 09 de Julho – França
12 a 14 de Setembro – Espanha
17 a 25 de Outubro – Grã-Bretanha e França
28 de Outubro – Moçambique
05 a 08 de Dezembro – São Tomé e Príncipe
08 a 11 de Dezembro – Cabo Verde

1987
15 a 18 de Janeiro – Espanha
24 de Março a 05 de Abril – Brasil
16 a 26 de Maio – Estados Unidos
13 a 16 de Junho – França e Suíça
16 a 20 de Outubro – França
22 a 29 de Novembro – Rússia
14 a 19 de Dezembro – Espanha

1988
18 a 23 de Abril – Alemanha
16 a 18 de Maio – Luxemburgo
18 a 21 de Maio – Suíça
31 de Maio a 05 de Junho – Filipinas
05 a 08 de Junho – Estados Unidos
08 a 13 de Agosto – Equador
13 a 15 de Outubro – Alemanha
15 a 18 de Outubro – Itália
05 a 10 de Novembro – França
12 a 17 de Dezembro – Grécia

1989
19 a 21 de Janeiro – Alemanha
31 de Janeiro a 05 de Fevereiro – Venezuela
21 a 27 de Fevereiro – Japão
27 de fevereiro a 05 de Março – Hong-Kong e Macau
05 a 12 de Março – Itália
24 de Junho a 02 de Julho – Estados Unidos
12 a 16 de Julho – Estados Unidos
17 a 19 de Julho – Espanha
27 de Setembro a 02 de Outubro – Hungria
02 a 04 de Outubro – Holanda
16 a 24 de Outubro – França
20 a 24 de Novembro – Guiné-Bissau
24 a 26 de Novembro – Costa do Marfim
26 a 30 de Novembro – Zaire
27 a 30 de Dezembro – República Checa

1990
15 a 20 de Fevereiro – Itália
10 a 21 de Março – Chile e Brasil
26 a 29 de Abril – Itália
05 a 06 de Maio – Espanha
15 a 20 de Maio – Marrocos
09 a 11 de Outubro – Suécia
27 a 28 de Outubro – Espanha
11 a 12 de Novembro – Japão

1991
29 a 31 de Janeiro – Noruega
21 a 23 de Março – Cabo Verde
02 a 04 de Abril – São Tomé e Príncipe
05 a 09 de Abril – Itália
17 a 23 de Maio – Rússia
08 a 11 de Julho – Espanha
16 a 23 de Julho – México
27 de Agosto a 01 de Setembro – Espanha
14 a 19 de Setembro – França e Bélgica
08 a 10 de Outubro – Bélgica
22 a 24 de Novembro – França
08 a 12 de Dezembro – Bélgica e França

1992
10 a 14 de Janeiro – Estados Unidos
23 de Janeiro a 04 de Fevereiro – India
09 a 11 de Março – França
13 a 14 de Março – Espanha
25 a 29 de Abril – Espanha
04 a 06 de Maio – Suíça
06 a 09 de Maio – Dinamarca
26 a 28de Maio – Alemanha
30 a 31 de Maio – Espanha
01 a 07 de Junho – Brasil
11 a 13 de Junho – Espanha
13 a 15 de Junho – Alemanha
19 a 21 de Junho – Itália
14 a 16 de Outubro – França
16 a 19 de Outubro – Alemanha
19 a 21 de Outubro – Áustria
21 a 27 de Outubro – Turquia
01 a 03 de Novembro – Espanha
17 a 19 de Novembro – França
26 a 28 de Novembro – Espanha
13 a 16 de Dezembro – França

1993
17 a 21 de Fevereiro – França
14 a 16 de Março – Bélgica
06 a 07 de Abril – Espanha
18 a 20 de Abril – Alemanha
21 a 23 de Abril – Estados Unidos
27 de Abril a 02 de Maio – Grã-Bretanha e Escócia
14 a 16 de Maio – Espanha
17 a 19 de Maio – França
22 a 23 de Maio – Espanha
01 a 04 de Junho – Irlanda
04 a 06 de Junho – Islândia
05 a 06 de Julho – Espanha
09 a 14 de Julho – Chile
14 a 21 de Julho – Brasil
24 a 26 de Julho – Espanha
06 a 07 de Agosto – Bélgica
07 a 08 de Setembro – Espanha
14 a 17 de de Outubro – Coreia do Norte
18 a 27 de Outubro – Japão
28 a 31 de Outubro – Hong-Kong e Macau

1994
02 a 05 de Fevereiro – França
27 de Fevereiro a 03 de Março – Espanha (incluindo Canárias)
18 a 26 de Março – Brasil
08 a 12 de Maio – África do Sul (Tomada de posse de Mandela)
22 a 27 de Maio – Itália
27 a 31 de Maio – África do Sul
06 a 07 de Junho – Espanha
12 a 20 de Junho – Colômbia
05 a 06 de Julho – França
10 a 13 de Setembro – Itália
13 a 16 de Setembro – Bulgária
16 a 18 de Setembro – França
28 a 30 de Setembro – Guiné-Bissau
09 a 11 de Outubro – Malta
11 a 16 de Outubro – Egipto
17 a 18 de Outubro – Letónia
18 a 20 de Outubro – Polónia
09 a 10 de Novembro – Grã-Bretanha
15 a 17 de Novembro – República Checa
17 a 19 de Novembro – Suíça
27 a 28 de Novembro – Marrocos
07 a 12 de Dezembro – Moçambique
30 de Dezembro a 09 de Janeiro 1995 – Brasil

1995
31 de Janeiro a 02 de Fevereiro – França
12 a 13 de Fevereiro – Espanha
07 a 08 de Março – Tunísia
06 a 10 de Abril – Macau
10 a 17 de Abril – China
17 a 19 de Abril – Paquistão
07 a 09 de Maio – França
21 de Setembro – Espanha
23 a 28 de Setembro – Turquia
14 a 19 de Outubro – Argentina e Uruguai
20 a 23 de Outubro – Estados Unidos
27 de Outubro – Espanha
31 de Outubro a 04 de Novembro – Israel
04 e 05 de Novembro Faixa de Gaza e Cisjordânia
05 e 06 de Novembro – Cidade de Jerusalém
15 a 16 de Novembro – França
17 a 24 de Novembro – África do Sul
24 a 28 de Novembro – Ilhas Seychelles
04 a 05 de Dezembro – Costa do Marfim
06 a 10 de Dezembro – Macau
11 a 16 de Dezembro – Japão

1996
08 a 11 de Janeiro – Angola

Durante os anos que ocupou o Palácio de Belém, Soares visitou 57 países
(alguns várias vezes como por exemplo Espanha que visitou 24 vezes e a
França 21 vezes), percorrendo no total 992.809 KMS o que corresponde a
22 vezes a volta ao mundo. “