Unanimismo

“Cavaco vai ganhar e vai ser um excelente Presidente para trabalhar com um excelente primeiro-ministro.”
Belmiro da Azevedo em entrevista ao jornal Público/Rádio Renascença/2:

Em nenhuma outra categoria social parece existir um tão fundado unanimismo em redor da dupla Cavaco/Sócrates como nas elites económicas deste país. O que eu me pergunto – e não me atrevo a responder – é se isso será um bom ou um mau sinal.

De certa forma voltamos à velha questão do primado do económico sobre o político. A política está em descrédito e a economia não é alheia a isso. Passando aos personagens, os políticos estão em descrétido e as elites económicas não são alheias ao facto. Aqui e elsewhere.

A prova está no facto de estarmos hoje a discutir a preparação económica do futuro presidente, o mais “político” dos cargos políticos. Sob o primado da economia não há política. Sob o primado da economia não há justo ou injusto, só certo ou errado. A economia é puramente racional. A política é ocasinalmente irracional e muitas vezes emocional.

E, bem vistas as coisas, no fundo, no fundo, não procuraremos nós, apenas e só, não mais do que pão sobre a mesa?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não catalogado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s