MICRO-CAUSA – Reacções

A reacção do leitor Manuel Freire, citado no Bloguítica, acerca da adesão de vários blogues à MICRO-CAUSA é pertinente. Provavelmente há uma reacção corporativa subjacente a este movimento. Mas ele está para além dela. O que me parece que move os subscritores não é nenhum interesse corporativo (apenas uma pequena parte é jornalista), mas o interesse público. É suposto os juízes julgarem, os policias policiarem, os governantes governarem e os jornalistas noticiarem. No caso em apreço, o PÚBLICO não noticiou tudo o que devia ter noticiado (ou noticiou o que não devia ter noticiado). E, com isso, não só iludiu os seus deveres deontológicos como frustrou a sua função social. E isso é preocupante para a nossa vida colectiva, não para a nossa vida corporativa. Esta MICRO-CAUSA é apenas uma das muitas que estão aí para abraçar. É desta forma como eu vejo a questão.

Esta entrada foi publicada em Não catalogado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s