Arquivos Mensais: Dezembro 2004

O barnabé é frequentemente superficial e algumas vezes gratuitamente agressivo, mas gostaria de elogiar este post de Rui Tavares a propósito da tragédia no sudeste asiático. Às vezes a única forma de lidarmos com uma tragédia desta dimensão é reflectir … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Vinicius 90 anos

O Haver Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternura Essa intimidade perfeita com o silêncio Resta essa voz íntima pedindo perdão por tudo – Perdoai-os! porque eles não têm culpa de ter nascido… Resta esse antigo respeito pela noite, … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

É por estas e por outras que a praia é um sítio agradável: Como uma piroseira datada se transforma numa irreconhecível pérola natalícia e Chico Buarque em discurso directo

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Não encontrei um link para a mais recente crónica de Manuel António Pina na Visão, mas porque a acho particularmente desgostosa e acertada, não resisto a reproduzi-la na íntegra. À atenção de Vasco Pulido Valente, cujo nihilismo lusitano Manuel António … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Cavaco no papel de messias

Pacheco Pereira (30-11-04) é que tem razão. Estou convencido que o melhor que podia acontecer ao país era Cavaco concluir que os constrangimentos macroeconómicos e as exigências de rigor orçamental que esperam o novo governo exigem uma atitude verdadeiramente messiânica … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

De que serve um acordo de governo pós-eleitoral senão para contrariar todas as razões que desaconselham uma coligação pré-eleitoral? Para o PP, ir sozinho às urnas é ir livre às urnas, livre de “constrangimentos” para elogiar os ministros populares por … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

O PS e o Bloco de Esquerda

É de prever que o PS continue a negar qualquer intenção de governar coligado com o BE em caso de maioria relativa. Isso faz parte da estratégia para apontar a uma maioria absoluta. Mas depois das eleições, naturalmente, tal é … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Para qualquer entendendor, meia-palavra basta!

“Carlos Cruz mandou o seu advogado prò c…” Manchete do 24 Horas de hoje. Um dia alguém devia fazer a história das mais reles páginas de imprensa publicadas em Portugal. Se alguém tiver isso em projecto, que corra para a … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Duas recomendações

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

110298280521575867

Duas recomendações para além da espuma dos dias. Nicola Conte passou pela ESL de Rob Garza e Eric Hilton antes de “assinar” pela Blue Note. O resultado é este belíssimo “Other Directions”. Virginia Astley aparece pouco pelos escaparates nacionais mas … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Allez, Pinto da Costa, Allez !!

A mais-que-merecida vitória do F.C.Porto na Taça Intercontinental provocou mais uma dedicatória a Pinto da Costa. Nos dias que correm não há vitória portista que lhe não seja dedicada e não há jogo em que o “Allez, Pinto da Costa, … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Santana segundo o PP

No quadro do pacto de não agressão que o PP e o PSD acordaram para concorrerem separados às legislativas e mesmo assim conseguirem “suportar-se” depois, o carácter errático de Santana será um dos temas mais glosados pelos populares, o que … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

Agora é finalmente a vez do PS. Depois de quatro meses de autoflagelação do PSD, período durante o qual os socialistas tiveram tempo de eleger um líder e deixá-lo sentado, de braços cruzados, a ver o triste espectáculo santanista do … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário

E agora, como fica o referendo?

Com o Governo demitido, a Assembleia dissolvia e as eleições marcadas para Fevereiro, como fica a questão o referendo sobre a Europa? Não será esta uma porta aberta à inclusão da questão nos programas dos partidos, tornando assim “desncessária” uma … Continuar a ler

Publicado em Não catalogado | Publicar um comentário