Arquivos Mensais: Outubro 2004

Chico Buarque “Budapeste”

Devia ser proibido debochar de quem se aventura em lngua estrangeira. Certa manh, ao deixar o metro por engano numa estao azul igual dela, com um nome semelhante estao da casa dela, telefonei da rua e disse: a … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Uma curiosa carta de uma leitora Grande Reportagem de hoje: Deixou-me perplexa () a resposta de Carlos Amaral Dias (ao que parece psiquiatra) ao afirmar de pronto que, se mandasse no Mundo, proibia o Cdigo da Vinci. () Enquanto … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Uma pergunta

Uma pergunta: Ser que o JN pagou por esta entrevista com Carlos Cruz? Ser que a Caras pagou pela pr-publicao de um excerto do livro de Carlos Cruz? Ser que a mesma coisa?

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Faa-se uma revoluo!

Obrigar os militantes de um partido poltico a eleger os seus lderes por voto secreto to insano como obrig-los a faz-lo por brao no ar. No faz qualquer sentido e o Partido Comunista tem razo em faz-lo sob protesto. … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

curioso o frenesim que se levantou a propsito as declaraes de Morais Sarmento sobre os limites independncia do servio pblico de televiso. O ministro emitiu a opinio de que competia ao governo definir o modelo de programao da … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

The Colour of Spring

Forget our fate The pedlar sings Set up to sell my soul I’ve lived a life for wealth to bring And yet I’ll gaze The colour of spring Immerse in that one moment Left in love with everything Soar the … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

O Jornalismo na Era Digital

No Jornalismo e Comunicao descobri esta interessantssima citao de um texto de Jos Luis Cbrian (elegantemente intitulado “El periodismo en los tiempos del clera“) a propsito do papel do jornalismo e das novas tecnologias, nomeadamente a internet: “”(…)Las tecnologas avanzadas, … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

“Orelhas” e “champanhe”

Ainda no consegui chegar ao link da TSF relativo crnica do Fernando Alves do dia 18/10/04. Mas valia a pena ouvir. Juntarei o link assim que ficar disponvel. O futebol tem o sortilgio de sempre ter conseguido surpreender-me mesmo … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Segundo o ministro Gomes da Silva, Marcelo estava na “poltica activa” quando comentava para a TVI. Mas o que significa concretamente a expresso “poltica activa“? Haver um oposto para ela, como “poltica inactiva” ou “poltica passiva“? No ser pela sua … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Correcto e afirmativo

O ministro Rui Gomes da Silva pode parecer um pouco tonto, mas esteve certo em duas frases: No houve nenhuma presso para acabar com o programa. Houve combate poltico. Estamos na fase do combate poltico. Havia uma pessoa que por … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

A regncia um perodo em que o verdadeiro chefe do poder no est l e fica outro para tomar conta. Tem de fazer qualquer coisa, pode ser um entertainer escolhido dentro do grupo de amigos () Este regente distrai … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

“Estamos disponveis para salvar o sector da sade, introduzindo-lhe maior competitividade” Salvador de Mello, presidente da Jos de Mello Sade in Pblico

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Santana em lume brando

Acho que at Marcelo Rebelo de Sousa ficou supreendido com o impacto pblico da sua deciso. No com o sentido das manifestaes, que certamente o professor previu e antecipou, mas com a magnitude atingida. Nos debates televisivos da noite algum … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Portas, o poltico

J repararam como Paulo Portas tem passado ao lado de todas as polmicas que tm assolado estes agitadssimos dois meses de santanismo. Algum escreveu, em tempos, que Santana estava a milhas da sagacidade poltica de Duro e que seria presa … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Jogo poltico

Claro que o caso”Marcelo” merece ser discutido, antes de tuudo o mais, luz da questo da concentrao do meios de comunicao social e da sua influncia sobre a informao. Essa um problema a meu ver insuficientemente debatido e … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Merece reflexo

“S h duas formas de lidar com a comunicao social. Ignorando-a, como Cavaco Silva, ou alimentado-lhe o ego, como Antnio Guterres.” Joo Marcelino, Correio da Manh

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Ironia marcelista

Cito a TSF cata de Marcelo Rebelo de Sousa no final da audincia em Belm: “ sada nem uma palavra.” Mas que ironia!

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Caso “Marcelo”

Este claramente um processo em curso e ainda com contornos por definir. A possvel interveno do presidente pode dar-lhe um eco ainda maior. Mas cito Vital Moreira para dar como adquiridos alguns factos e trs perguntas incmodas: “Factos: a) … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

Aldeia Global

Li isto num blog, mas j no sei qual. Devia citar a provenincia e com gosto o faria se a soubesse. De qualquer modo, porque me parece lapidar para o mundo moderno, aqui vai: “Se fosse possvel reunir a populao … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário

O fim de uma era?

“ uma deciso natural sem dramatismos. At ao congresso continuarei a desempenhar cabalmente as minhas funes tal como o tenho feito h mais um ano, isto desde de que dei conhecimento aos rgos executivos do partido“. Carlos Carvalhas, no … Continuar a ler

Publicado em No catalogado | Publicar um comentário